VirtualNES – Os jogos Clássicos do Nintendinho no seu Navegador!

Please log in or register to like posts.
News
VirtualNES

E chegou a hora de falar do assunto que motivou a criação deste novo Canal aqui no TekZoom, o mundo da emulação.

A emulação sempre foi tratada marginalmente pela industria de games, até que no final dos anos 90 se tornou algo realmente grande e as produtoras e empresas gigantes como Nintendo, Sega, Namco, Atari e tantas outras viram que existia um mercado para jogadores que tinham saudades dos “velhos” tempos, principalmente dos jogos laçados nos anos 80 e inicio dos 90.

Várias desenvolvedoras coloram nas prateleiras coletâneas de jogos clássicos e o sucesso foi enorme. Até hoje existem lançamentos para as novas plataformas de antigos sucessos, muitos deles vendendo até mais do que em seu lançamento original.

E hoje, para estrear de vez o Emulando vamos falar de um emulador online que irá fazer você voltar no tempo e relembrar os clássicos da era 8 Bits!

VirtualNES – Clássicos como Double Dragon e Metroid

VirtualNES
Super Mario Bros. 3

VirtualNES é um emulador de Nintendinho (NES) desenvolvido em Java que não precisa de download ou configurações. Basta acessar o site, escolher o game e sair jogando.

Os controles são simples e fáceis de serem memorizados. Para iniciar o jogo clique no Enter e as teclas Z e X servem como botões de ação. Tudo muito simples como nos velhos joysticks de Nintendo.

A quantidade de jogos é imensa e o mais legal é que você não precisa baixar a rom, tudo fica no servidor do VirtualNES. Os únicos requisitos é ter a última versão do Java instalada e uma conexão razoável com a Internet. Nada mais!

Gostou? Aperte o Start!

Para iniciar a diversão basta acessar o site oficial do VirtualNES, mas lembre-se, manter ROMS de jogos no seu computador é proibido. Por isso, curta os clássicos apenas no site.

Um pouco de história…

Para quem não sabe, o Nes ficou conhecido no Brasil como Phantom System (Gradiente) e Top Game VG-9000 (CCE). As duas empresas foram líderes no país por um bom tempo e seus consoles são lembrados até hoje pelos gamers brasileiros.

O maior diferencial entre os videogames da Gradiente e da CCE era o tipo de cartucho que utilizavam. Enquanto o Phantom System aceitava apenas cartuchos de 72 pinos, padrão americano, o Top Game tinha a capacidade de utilizar cartuchos de 60 e 72 pinos, sem a necessidade de adaptadores externos.

Fora estes dois exemplos o mercado brasileiro ainda teve outros “clones” do NES, como o Bit System (Dismac), Dynavision II (Dynacom) e o Hi-Top Game (Milmar). Opção não faltava para os jogadores brasileiros. Mas é bom lembrar, nenhum console tinha licença oficial da Nintendo. Apenas anos depois o NES original foi lançado no Brasil, mas nesta época os 16 Bits já estavam dominando tudo…

Gostou? Curtiu algum game dos anos 80? Participe deixando seus comentários.

Até!

Curta este artigo :)

Deixe uma resposta